Eventos

EXPOSIÇÃO: "Totalitarismos e a Banalidade do Mal"

Exposição dos alunos dos 3ºs Anos do Ensino Médio aborda o problema da intolerância sob a forma de Regimes Políticos e no cotidiano social.


Entre os dias 26/09 e 09/10, ocorreu na E.E. Ver. Elísio de Oliveira Neves uma Exposição sob a mediação do Prof. Weslay A. Maia (Filosofia e Sociologia). O objetivo consistia em provocar nos visitantes uma reflexão sobre as diversas formas de intolerâncias na sociedade, que vão desde a formação de Regimes Totalitários (independente da ideologia política que siga - direita ou esquerda) às práticas discriminatórias do cotidiano.

Foram formados 6 grupos em cada turma e cada qual teve um tema diferente sorteado para pesquisar (totalizando 18 temas). A proposta consistia em buscar informações relevantes, objetivas, valorizando a comunicação visual, por meio de imagens significativas e provocantes, que expressassem artisticamente essas várias dimensões de manifestação totalitária e dogmática.

Os alunos tiveram total liberdade para usar a criatividade e exercer uma postura protagonista, elaborando instalações artísticas, painéis e ambientes ricos em conteúdo.

Os visitantes encerravam a visita com provocações sobre a necessidade de resgatarmos valores de um humanismo prático (segundo o filósofo André Comte-Sponville), valores de solidariedade e indagações sobre a banalização que a sociedade atual faz destas práticas destruidoras da humanidade.

Esta exposição foi parte integrante da entrada para o III Café Filosófico, realizado no pátio da escola, pelos Grupos de Estudos de Filosofia, sob as orientações dos profs. Weslay A. Maia e Fabiano Pereira.


Eis, abaixo, algumas fotos tiradas da Exposição. Clique nas imagens para ampliá-las.


  

  



e
III CAFÉ FILOSÓFICO: 
"Totalitarismos: Regimes, Comportamentos e a Educação"


É consenso universal que o Nazismo foi uma das mais marcantes expressões de Regimes Totalitários que a humanidade já viu, ao levar à morte milhões de pessoas em nome de uma concepção de uma casta de seres humanos superiores. E hoje, milhares de pessoas continuam tendo suas vidas ceifadas todos os dias, em nome de supremacias intolerantes e discriminatórias. Está mais do que na hora de pararmos para repensar nossas atitudes e questionar sobre o rumo que queremos dar à nossa própria espécie.

Foi pensando nisso, que idealizamos a realização deste projeto interdisciplinar de Ciências Humanas, o qual será desenvolvido em duas atividades distintas, porém, complementares: uma exposição sobre O Totalitarismo e a Banalidade do Mal; e o III Café Filosófico, um evento cultural de discussão filosófica sobre o tema Totalitarismos: Regimes, Comportamentos e a Educação. Este é promovido pelos Grupos de Estudos de Filosofia, sob a orientação do Prof. Weslay A. Maia.

Desde 2013, os Grupos de Estudos de Filosofia (GEF) realizam o Café Filosófico, como uma forma de partilhar as reflexões e diversificar o modo de discutir temas relevantes, para os demais alunos que não participam dos encontros dos Grupos.

Neste ano, temos como motivações o 70º aniversário da libertação dos últimos prisioneiros do Campo de Concentração de Auschwitz; o 70º aniversário da morte de Anne Frank; bem como o crescente número de casos de intolerâncias cotidianas, que resultam em atitudes discriminatórias e preconceituosas, culminando muitas vezes em violência. É diante deste contexto, que julgamos necessário colocar na pauta de discussão os diversos modos de intolerâncias, desde suas pequenas manifestações até seu ápice, na formação de Regimes Totalitários, e qual o papel que a Educação formal desempenha diante desta demanda.

Para levar a cabo esta discussão, convidamos duas palestrantes para tratar dos seguintes temas:

1ª PalestraTotalitarismo e a noção de responsabilidade em Hannah Arendt – realizada pela doutoranda do Programa de Pós-graduação em Filosofia da USP, Mariana de Mattos Rubiano;

2ª PalestraA intolerância no convívio social e o papel da Educação formal – realizada pela professora, Mestra em Ciências Sociais pela PUC/SP, ex-secretária municipal de Educação do Município de Santos e consultora educacional para diferentes Estados da América Latina, Maria Sirley dos Santos.

A estas palestras, foram intercaladas intervenções cênico-musicais, realizadas pelos integrantes dos Grupos de Estudo de Filosofia, sob a Produção Musical de Manassés Augusto dos Santos Nóbrega e Direção e Produção Artística do Prof. Fabiano Pereira.


Eis, abaixo, algumas fotos tiradas da Exposição. Clique nas imagens para ampliá-las.


 

 

 

 

 

 

 

 


________________________________

MAKING OFF
(Preparação do III Café Filosófico)
Ensaios











===================================================


II CAFÉ FILOSÓFICO

Cenário do evento
No dia 04 de Novembro de 2014, os Grupos de Estudos de Filosofia Política e Teoria do Conhecimento, sob a orientação do prof. Weslay Maia, realizaram o II Café Filosófico, cujo tema foi "Democracia e Liberdade: Uma reflexão sobre a Ditadura Militar no Brasil (1964-1985)".


O evento contou com a presença de 50 alunos das Séries do Ensino Médio (definidos por sorteio entre os interessados), a vice-diretora da U.E. Marinete Gonçalves; a coordenadora pedagógica Sílvia Beatriz; a supervisora de ensino Élia Dias dos Santos; alguns PCNP's da área de Humanas; os palestrantes convidados (Ednéia Gonçalves e Fabiano Pereira) e alguns professores e funcionários da escola.


Eis algumas fotos da preparação e do evento:
(Clique nas imagens para ampliá-las)

Ensaio da Intervenção Cênica 2

Contextualização das Músicas de Protesto para sensibilização
Ensaio da Intervenção Cênica 1
Pausa para lanche
Preparação / Arrumação para o Evento

Recortes do Evento

 

 





==============================================


Palestras no Centro Universitário Assunção - UNIFAI

Nos dias 14 e 16 de Outubro de 2014, realizaram-se no Centro Universitário Assunção - UNIFAI, à convite da Prof. Valéria Batista, duas palestras para os alunos dos 4º e 6º semestres do curso de Filosofia, sob o tema: "A prática docente no Ensino Médio: a escola pública em questão".

As palestras tiveram como objetivo refletir sobre as possibilidades de desenvolvimento de atividades pedagógicas na escola pública, enfrentando os desafios que as mesmas apresentam atualmente, à partir da experiência e prática desenvolvida pelo professor Weslay Maia.

Tais palestras contaram com a presença de alguns alunos dos Grupos de Estudos de Filosofia, orientados pelo professor, de sua Coordenadora Pedagógica, Sílvia Beatriz e família, além de seu companheiro de todas as horas, o professor Fabiano Pereira.

Após refletir sobre os pressupostos que alicerçam a prática docente, foram apresentadas algumas atividades desenvolvidas pelo professor, demonstrando que o trabalho docente é possível, mesmo diante de tantas dificuldades do ensino público, quando se tem um grupo de docentes coeso e bem orientado pela coordenação pedagógica.

Em seguida, abriu-se espaço para perguntas tanto ao palestrante, quanto a seus alunos e coordenadora, o que proporcionou um diálogo muito frutífero.

Muito obrigado à professora Valéria Batista, pelo convite; aos meus alunos dos Grupos de Estudos; à minha coordenadora pedagógica e ao Fabiano, pela companhia e apoio.

Eis, abaixo, algumas fotos.


Recortes das duas palestras realizadas em 2014

Um vídeo com as fotos


Palestras realizadas em 2015


===============================


I Café Filosófico

No dia 19 de Novembro de 2013, realizou-se o I Café Filosófico na E.E. Ver. Elísio de Oliveira Neves. Um evento promovido pelos Grupos de Estudos LOGOS e SOPHIA, sob a orientação do Professor Weslay A. Maia e do Professor Fabiano Pereira.

O mesmo iniciou-se às 9h50, com a acolhida e composição da mesa solene (Direção, Vice-direção, Coordenação Pedagógica, Professor Organizador, Professor Universitário convidado e uma representante da Diretoria de Ensino); seguida do Hino Nacional. Após algumas palavras iniciais de saudação, iniciou-se a apresentação teatral sobre o Mito de Édipo Rei, o qual fora ensaiado pelo Fabiano Pereira, professor e consultor educacional. 

Após a apresentação, foi dada a palavra ao aluno do 2º Ano C, Renato Alves, para falar sobre as "Filosofias de Heráclito e Parmênides". O qual executou seu discurso com segurança, inteligência e de forma muito didática, justificando ser considerado o grande destaque dos Grupos de Estudos, nas discussões empreendidas ao longo do semestre.

Em seguida, o professor Weslay executou uma dinâmica, usando um espelho, para falar da Filosofia Socrática. Explicando que Sócrates propunha uma Filosofia Moral, um questionamento acerca da própria vida, das virtudes e da felicidade, propondo que os presentes no evento pudessem olhar a si mesmos e realizar tais questionamentos.

Depois disso, foi dada a palavra para o Professor Mestre Laez Barbosa da Fonseca (Professor Universitário convidado), para falar sobre "Os Pontos divergentes nas Filosofias de Platão e Aristóteles, acerca do Conhecimento". Iniciou fazendo uma abordagem geral sobre alienação, atitude filosófica e sua importância para a vida e sobre o tema proposto. Sua maneira descontraída e dinâmica proporcionou uma interação muito proveitosa e cativante com os alunos, fazendo-os participar, questionar e expôr opiniões.

Após a palestra, foi aberto um momento para dúvidas, questionamentos por parte dos alunos. Sanadas tais perguntas, deu-se início às homenagens. Estas proporcionaram um momento de grandes emoções, com a entrega das placas à Direção e Coordenação, ao professor convidado e, finalmente, ao professor idealizador e organizador do evento, o prof. Weslay A. Maia. O qual, muito emocionado com o sucesso do Café filosófico, agradeceu encarecidamente aos presentes, mas de modo especial, aos integrantes dos Grupos de Estudos, que se empenharam com ele para que este evento tivesse o êxito que almejavam. Por fim, o encerramento se deu com uma confraternização.

Seguem, abaixo, algumas fotos do evento. Basta clicar nelas, para ampliá-las.